Dicas para cuidar bem dos ouvidos


Veja dicas para cuidar de seus ouvidos

Dependemos muito de nossa audição ao longo de nossas vidas, já que se trata de um dos mais importantes sentidos do corpo humano. Porém, é preciso cuidarmos muito bem da saúde de nossos ouvidos, já que evita as infecções chamadas otites. Entretanto, pode falta de informação, muitas pessoas costumam limpar os ouvidos até onde não deveriam.

De acordo com os médicos, não se deve nem chegar perto dos orifícios do ouvido. Dessa forma, segundo especialistas, a melhor limpeza que se pode realizar é não fazer nada. Tudo aquilo que se usa para limpar dentro do ouvido possui capacidade de machucá-lo bem como poder trabalhar contra a autolimpeza natural.

Isso acontece porque a cera existente dentro do ouvido serve para protegê-lo e não deve ser retirada. Dessa forma, os médicos otorrinolaringologistas advertem que o uso das hastes flexíveis podem ser usadas apenas nas áreas externas, onde estão localizadas as saliências das orelhas.

No caso do canal do ouvido, os médicos informam que ele não deve ser limpo, já que a sua cera não se trata de sujeira, mas sim possui a função de hidratar a pele evitando infecções na região. Caso elas fiquem aparentes no ouvido e lhe incomodem, usar somente lenços de papel ou uma toalha para removê-la do local somente após o banho, pois a água quente ajuda a amolecê-la. Vale lembrar de que a limpeza deve ser feita somente na parte externa (nas voltinhas da orelha).

Segundo os médicos otorrinolaringologistas, a limpeza no ouvido somente é realizada em pacientes que produzem cera em excesso, o que pode provocar bloqueio no canal auditivo. Nesse caso, os profissionais alegam que o procedimento só é realizado caso esteja entupido, o que pode gerar dificuldades para ouvir.

Esse procedimento é realizado em consultório, onde o médico utiliza uma lente amplificadora e, com uma haste de metal, a cera é removida cuidadosamente. Porém, os profissionais apontam que a maioria das pessoas em geral nunca irá precisar de uma limpeza nos ouvidos.

Com a proximidade do verão, que chega no próximo dia 21 de dezembro, costumam ser comum o acúmulo de água no ouvido após mergulhar na praia ou na piscina. Existe o costume de pingar álcool para eliminá-la, mas os especialistas não recomendam essa medida, pois se ocorrer uma perfuração no tímpano, a pessoa pode sentir dores, crises de labirintite e até ficar surda.

Se ocorrer de entrar água nos ouvidos, a medida mais indicada pelos médicos é pular, puxar a orelha e verifica se é suficiente. Se não for suficiente, pingue um ou duas gotas de água mineral ou de soro fisiológico e repetir o procedimento. Outra medida é pegar um secador de cabelo, ligá-lo na temperatura e velocidade médias, direcionando-o no ouvido por 20 ou 30 segundos, para que a água no ouvido seque.

Quando descemos a serra, é natural sentirmos o ouvido entupir, e para evitar essa sensação, os médicos recomendam tampar o nariz e tomar um gole de água, já que acontece uma comunicação entre o nariz e a orelha, pois o ouvido costuma tampar, em geral, quando ficamos gripados ou quando passamos por uma mudança da pressão atmosférica. Outra dica para evitar o entupimento é assoar bem o nariz antes de descer a serra.

Por Selma Isis