Conheça os alimentos que aumentam a disposição para a prática de esportes


Não é somente no preparo físico que encontramos a energia para a prática de exercícios, mas sim em uma alimentação apropriada. Escolher os alimentos apropriados podem fazer toda a diferença para se dar bem nas atividades físicas. Dessa forma, existem alimentos corretos para cada hora de seu dia.

Segundo os nutricionistas, a comida possui a função de gerar energia para o nosso corpo, possibilitando o reparo dos tecidos em manter os sistemas e os órgãos vitais funcionando corretamente. Entretanto, alguns alimentos exigem tanto, que fazem com que o indivíduo sinta sensações opostas.

Isso acontece porque ao longo do processo de digestão e absorção de nutrientes, nosso corpo consome muita energia. Dessa forma, de acordo com os médicos, quanto mais gordurosa for a comida, mais trabalho nosso corpo terá , o que provoca a sensação de falta de energia.

Dessa forma, é importante comer com moderação além de evitar alimentos gordurosos antes da prática de esportes. Segundo os nutricionistas, eles indicam o consumo de substâncias ricas em carboidratos antes da malhação, pois fornecem energia imediata ao organismo. Dentre os alimentos que podem ser consumidos antes da atividade física, os especialistas recomendam torradas, sucos e frutas.

Para quem costuma ter um longo dia de trabalho pela frente, fazer um bom café da manhã com os alimentos adequados, ajuda a ter disposição até à noite. Para isso, os nutricionistas aconselham a dar prioridade aos alimentos que possuem carboidratos com baixo índice glicêmico e que possuem menor velocidade de absorção e proteínas.

Dentre os alimentos mais indicados pelos especialistas que garantem disposição ao longo do dia, estão: proteínas como queijos e frios magros, iogurte, leite, além de cereais integrais, aveia e frutas como morango, maçã e pera. Importante ressaltar de que os especialistas não recomendam consumir carboidratos de rápida absorção, como alimentos gordurosos, sucos de caixinha, pão branco, açúcar e doces.

O mesmo conselho fornecido pelos profissionais vale também para a hora do almoço: evitar alimentos gordurosos. Estudos recentes apontam que os alimentos que possuem carboidratos de rápida absorção induzem ao sono. Por esse motivo, os especialistas não recomendam o seu consumo ao longo do dia. Dessa forma, optar por um arroz integral ao invés do convencional pode fazer a diferença em seu rendimento ao final do dia.

Porém, caso você seja muito agitado e deseja se acalmar à noite, uma boa alternativa é comer uma salada bem elaborada. Pesquisas mostram que a alface possui propriedades relaxantes, além do leite. Uma boa alternativa para a ceia noturna é consumir uma salada de folhas e, antes de se deitar, uma xícara de leite morno, chá de erva-cidreira ou então um suco de maracujá.

Por Selma Isis