Primavera: Temporada das flores até na culinária


Estamos em plena temporada da Primavera, a estação das flores, período em que as ruas ficam mais coloridas com as flores das árvores e com os dias mais ensolarados. Nesse período, muitas pessoas aproveitam o clima para deixar a casa mais bonita enfeitada com flores. Mas, você já pensou em utilizá-las também para enfeitar até mesmo para servirem como ingredientes em diversos pratos em seu dia a dia.

Pode parecer estranho, mas saiba que grande parte das flores consideradas ornamentais é comestível e que mesmo as espécies cultivadas no jardim de casa podem se transformar em deliciosos pratos para “chef” nenhum botar defeito.

Segundo especialistas, as flores costumam ser utilizadas pela alta gastronomia há bastante tempo, em especial nas cozinhas de origem árabe e européia, porém poucas pessoas sabem como utilizá-las no dia a dia.

De acordo com chefs de cozinha, grande parte das espécies comercializadas em floriculturas são comestíveis, porém não é possível utilizá-las em razão da grande quantidade de agrotóxicos que recebem durante o cultivo.

Dessa forma, as flores para uso culinário são comercializadas em locais específicos, que trabalham com produtos gastronômicos, podendo ser encontradas em versões frescas ou desidratadas. A dica é procurar comprar as flores de um produtor certificado, sendo sempre bom perguntar se elas são cultivadas sem defensivos agrícolas.

Ricas em vitaminas e fibras, as flores ainda não têm suas propriedades nutricionais difundidas. O que os nutricionistas já sabem é que elas são fontes interessantes de fibras e de vitaminas, sendo que algumas espécies têm um índice elevado de vitamina C, mas ainda existem poucos estudos a respeito.

O baixo investimento em pesquisas sobre o assunto se deve ao fato de os brasileiros não terem o hábito de consumirem as flores ornamentais. Porém, no campo da culinária profissional, cada vez mais chefs lançam mão de flores em suas receitas, não somente como um complemento para a decoração do prato, mas sim como um dos principais ingredientes.

As flores mais utilizadas pelos chefs brasileiros são: a rosa, a capuchinha, a calêndula, a flor de borago e o amor-perfeito, espécies comuns, que podem ser encontradas facilmente nos jardins domésticos.

Segundo os chefs de cozinha, as flores são extremamente versáteis na cozinha, pois podem ser utilizadas em saladas, em doces à base de flores, além de ser cada vez mais comum o uso delas em pratos salgados, como em molhos, carnes e pizzas.

Como cada espécie de flor conta com aparência, sabor e aroma característicos, é necessário testar os diferentes tipos de preparo para descobrir como aproveitar ao máximo as suas qualidades.

Leia a seguir uma receita que você pode fazer em casa à base de flores:

Risoto de Calêndula

Ingredientes:

¼ de cebola;

Sal;

Caldo aromático de vegetais;

2 xícaras (chá) de arroz para risoto;

Azeite;

½ xícara (chá) de leite de coco;

Pétalas de 12 calêndulas;

½ xícara (chá) de vinho branco seco;

30 g de queijo parmesão;

50 g de manteiga.

Como fazer:

Aqueça o azeite em uma panela e doure a cebola picada. Em seguida, frite o arroz de risoto no azeite durante um minuto. Acrescente o vinho branco e ferva até que ele evapore. Depois, coloque o caldo aromático aquecido.

O caldo deve ultrapassar o nível do arroz na panela e ser reposto à medida que for evaporando. Quando o risoto estiver quase ao dente, pare de repor o caldo e deixe que ele evapore quase que por completo.

Na metade do cozimento do arroz, acrescente as pétalas de flor de calêndula e o leite de coco. No final do cozimento, com o fogo desligado, adicione a manteiga e o queijo parmesão, mexendo o arroz para derreter os dois ingredientes. Coloque sal a gosto.

Por Selma Isis