Dicas para se proteger nas redes sociais


Cada vez mais populares, as redes sociais atraem diariamente novos usuários, tanto por motivos profissionais como pessoais. Dessa forma, por caírem no gosto popular, elas são campeãs de audiência em todo o mundo.

Para se ter uma ideia, somente aqui no Brasil, por exemplo, 87% dos internautas acessam às redes sociais, de acordo com dados divulgados em 2010 pelo Ibope em parceria com a Worldwide Independent Network of Market Research-WIN.

Não dá para negar de que as redes sociais mudaram completamente de maneira de como as pessoas se relacionam nos dias atuais. E o que costuma mais atrair seus usuários é a chance de estar a um clique de um parente que mora longe, de um amigo com quem não fala há muito tempo e até de um futuro pretendente.

As redes sociais ampliaram bastante as possibilidades das pessoas se envolverem, além de facilitarem os reencontros. Além disso, trouxeram uma imensa agilidade no que diz respeito ao contato que mantemos com o outro.

Com a facilidade de ficar mais próximo das pessoas queridas, o usuário pode ficar com vontade de querer saber tudo o que se passa em suas vidas, levando-o a atualizar frequentemente o seu próprio perfil, colocar as conversas em dia, além de realizar as irresistíveis “olhadinhas” nos perfis de seus contatos.

Psicólogos apontam que de alguma maneira, as redes sociais denunciam quem as pessoas são. Entretanto, ninguém é tão social, feliz ou simpático quanto no Facebook, pois elas procuram mostrar o que têm de melhor na rede mundial de computadores, como se buscassem ser aceitos.

Compartilhar fotos, confidências e informações pessoais costuma ser uma grande distração, porém o usuário das redes sociais precisa tomar cuidado no que posta para não se expor demais. Isso acontece porque quando o internauta acessa uma rede social, abre mão de sua privacidade.

Por mais que o usuário restrinja o acesso a certas informações, especialistas na área de crimes cibernéticos, advertem que não dá para garantir de que seu amigo com quem você compartilhou uma informação importante, também esteja com a sua rede fechada.

Dessa forma, por serem cada vez mais populares, mas utilizados sem cautela pelos usuários, são inúmeros os casos de saias justas envolvendo fotos ou textos postados que caíram em mãos erradas, como  o que aconteceu com a atriz Carolina Dieckmann, em maio deste ano, quando suas fotos em situação de intimidade vazaram na internet.

Como milhões de pessoas têm acesso às redes sociais, com os mais variados perfis, inclusive usuários de más intenções, como golpistas e hackers, todo cuidado é pouco. Leia a seguir algumas dicas para se proteger nas redes sociais:

-Não encha o seu perfil com fotos de momentos íntimos, como viagens e festas. Prefira a imagens mais neutras, pois desconhecidos podem copiá-las e utilizá-las com perfis falsos e até em sites de pornografia;

-Configure suas contas para que, de preferência, somente os seus amigos possam acompanhar suas atualizações;

-Caso pretenda se aproximar de um desconhecido em uma rede social e tem interesse de conhecê-lo pessoalmente, conte antes a seus amigos e parentes próximos, além de combinar o encontro em um local público e vá acompanhado;

-Não disponha todas as suas informações pessoais nos sites de relacionalmente, principalmente local de trabalho, telefones e endereço residencial;

-Não exponha todos os seus sentimentos e emoções. Isso porque um simples desabafo pode magoar uma pessoa querida ou criar um problema para você em seu local de trabalho.

-Não adicione pessoas que não conheça, pois isso não irá torná-lo popular, mais sim irá deixar a sua privacidade exposta a desconhecidos.

Por Selma Isis