Doença de Crohn: Saiba um pouco mais sobre esse mal que atinge o intestino


Cólicas, diarreias, dores abdominais, ligados a males diversos também podem estar relacionados por uma complicação pouco conhecida no país: a doença de Crohn, enfermidade que provoca a inflamação do tubo digestório.

A região do corpo onde a enfermidade surge mais frequentemente é no chamado íleo distal, que é a parte onde termina o intestino delgado e inicia o intestino grosso. A doença tem como principal característica provocar feridas que surgem em razão de uma defesa do próprio sistema imunológico do organismo, por isso os médicos a chamam de doença autoimune.

Ao longo da cicatrização, as paredes do intestino engrossam, o que costuma dificultar a passagem do bolo fecal. Em consequência disso, a pessoa para de eliminar gases e fezes e passa a vomitar, processo que pode provocar uma perda considerável de peso.

Segundo especialistas, a doença de Crohn pode se tornar grave, entretanto, existem quadros distintos, de diferentes níveis, desde as complicações mais leves a situações mais severas. Existem medicamentos que servem para controlar os sintomas, mas não curam a doença de Crohn, pois ela é crônica.

Ainda não existem causas específicas encontradas pela Medicina para o problema. O que se sabe é que existe um componente genético, que pode predispor algumas pessoas para esta enfermidade.

Além de predisposição genética, os médicos gastroenterologistas apontam a influência de fatores externos para o desenvolvimento da doença, como por exemplo, um quadro de infecção que leva à alteração da imunidade e faz com que o corpo ataque uma região em que não deveria atacar.

Ao cruzar os dados entre as condições de vida e a incidência da doença de Crohn, os médicos formularam hipóteses, como a de que melhores condições sanitárias podem colaborar para que o sistema de defesa do organismo não trabalhe tanto e, ao atuar, o realize de forma desregulada.

Segundo especialistas, nos últimos dez anos, os casos de pacientes com o diagnóstico da doença de Crohn aumentaram muito, por isso, leia a seguir os sintomas da enfermidade e procure um médico gastroenterologista caso esteja com algum deles:

-Dor abdominal intensa no lado direito da barriga, próximo ao umbigo;

-No início, a doença de Crohn pode ser confundida por outras complicações, como a intolerância à lactose. O diferencial é que as dores, no caso da doença de Crohn, vai aumentando;

-Outras partes do corpo podem ser afetadas pela enfermidade, como por exemplo, a pessoa pode ficar com manchas na pele, artrite e problemas na visão;

-No caso da doença de Crohn, a diarreia surge de maneira crônica e persistente, de maneira distinta daquela diarreia comum de quando comemos algo que não nos faz bem e temos um mal-estar passageiro;

-Em algumas pessoas, a doença de Crohn pode provocar febre, perda de peso e sangramento nas fezes.

 Por Selma Isis