Valor do seguro Peugeot 307: cotação e média de preço


Se você circula em uma grande cidade como São Paulo, em que fica um longo período parado em congestionamentos, contar com um automóvel que ofereça bons itens de conforto, somado com baixo custo de combustível e agilidade no trânsito, é fundamental para enfrentar quilômetros de engarrafamentos.

Dentre as opções de modelos, destaca-se o hatch médio Peugeot 307, já que por ser menos visado do que seus concorrentes, como o Volkswagen Golf e o Ford Focus, tem um seguro menor, além de vir mais equipado e acabado do que os seus concorrentes, como freios ABS e airbag de série.

O design arrojado do modelo, também é muito elogiado pelos seus proprietários, além do espaço interno, considerado um dos melhores da categoria. Os pontos fracos do Peugeot 307 são a manutenção cara e o sistema de som original, onde os motoristas têm dificuldades em sintonizar as emissoras de rádio desejadas.

Segundo avaliação feita pela revista “Quatro Rodas”, em maio de 2009, o Peugeot 307 usado também pode ser um bom negócio. Isso porque conta visual quase idêntico ao da versão zero quilômetro, com a vantagem do seguro mais barato em relação aos hatches médios usados de outras marcas, como o Fiat Stilo, Ford Focus, Chevrolet Astra e Volkswagen Golf.

Além de manter quase as mesmas características do modelo zero quilômetro, é possível encontrar unidades do Peugeot 307 vendidos nas concessionárias por até R$ 4 mil abaixo do preço de tabela, o que pode compensar os custos de manutenção, que costuma ser o ponto fraco da marca francesa.

Dessa forma, a reportagem da Quatro Rodas recomenda que na hora de comprar um 307 usado, é preciso prestar atenção ao câmbio automático, principalmente nas suas primeiras versões, (2002 e 2003), pois o motorista pode ter dificuldades nos engates.

Outra recomendação da revista especializada é não adquirir unidades do Peugeot 307 que não contem com ar-condicionado, mesmo que sejam ofertados com um excelente desconto, pois será muito difícil revendê-lo futuramente.

Como o Peugeot 307 é pouco visado pelos ladrões, pois preferem modelos campeões de vendas, como o Volkswagen Golf, pela facilidade de revenda de peças, conta com valor de seguro baixo.

O valor do seguro do Peugeot costuma variar conforme a idade do condutor principal, bem como a localidade onde mora e se a residência e o local de trabalho contam com garagem. Para verificar se o valor cobrado pela seguradora é justo, ele deve custar o equivalente, a 6% do preço de mercado do veículo.

Em uma avaliação feita pelo site Pattini, o melhor negócio para um condutor no sexo masculino, solteiro, que não utilize o veículo para trabalhar, além de contar com garagem em sua residência, foi indicado o seguro total da Bradesco, por R$ 2.300,00, o equivalente a 5% do valor de mercado do veículo.

Importante lembrar de que essa avaliação serve somente como uma referência, já que o valor do seguro depende muito da região e do perfil do condutor. Caso você pretenda obter uma avaliação personalizada, procure um corretor de seguros de sua confiança ou acesse o site da Pattini: http://www.pattini.com.br

Por Selma Isis