Começam a valer as regras para o financiamento da casa própria pela Caixa

A partir de hoje (11 de junho), começa a vigorar o novo prazo de financiamentos habitacionais com recursos da poupança da Caixa Econômica Federal. Com isso, foi ampliado o prazo de 30 para 35 anos o prazo para o financiamento da casa própria.

Importante ressaltar de que as novas regras que estão valendo a partir desta segunda-feira valem somente para os contratos. Além disso, a Caixa anunciou a redução dos juros dos financiamentos habitacionais do Sistema Financeiro de Habitação (SFH), que baixou dos 9% ao ano anteriores para 8,85% ao ano, mas que pode chegar a 7,8% ao ano, de acordo com a relação que o cliente mantém com a instituição financeira.

No caso da compra financiada de imóveis fora do SFH, a taxa de juros abaixou de 10% ao ano para 9,9% ao ano, mas que pode, dependendo do perfil do mutuário, reduzir para 8,9% ao ano. Dessa forma, pelas regras anteriores, um mutuário que conta com renda familiar de R$ 10 mil podia financiar um imóvel com valor de até R$ 267 mil.

Com as novas regras que passaram a vigorar no dia 11 de junho, o limite para o financiamento de um imóvel, que será pago em 35 anos, aumentará para R$ 280 mil. Importante ressaltar de que se o mutuário for cliente da Caixa através da conta salário, poderá aumentar o valor limite do imóvel para até R$ 303 mil, ou seja, um valor mais compatível com o preço ofertado pelos imóveis novos nas grandes cidades.

Dessa maneira, com essa mudança, a prestação mensal de um financiamento de imóvel com valor de R$ 267 mil vai abaixar de R$ 3 mil para R$ 2.604, ou seja, uma redução de -13% no caso de clientes da instituição financeira.

Faça a comparação das regras de financiamento imobiliário:

Como Era: era possível financiar a compra de um imóvel no prazo máximo de 30 anos, com juros, que no caso da compra de imóveis no valor de até R$ 500 mil saíam por 8,9% anuais mais TR. No caso de clientes da Caixa, os juros cobrados eram de 7,9%. Imóveis com valores acima de R$ 500 mil tinham juros de financiamento de 10% ao mês mais TR. No caso de clientes da Caixa, os juros anuais eram de 9%.

Como ficou: no caso de novos contratos assinados a partir de 11/06/2012, o prazo de financiamento máximo passa para 35 anos, com juros de 8,85% ao ano mais TR para imóveis no valor de até R$ 500 mil. No caso de clientes da Caixa, o valor dos juros passou para 7,8%. Imóveis com valores acima de R$ 500 mil têm juros de financiamento anuais de 9,9% mais TR. No caso de clientes da Caixa, o valor baixa para 8,9% ao ano.

Importante ressaltar de que a Caixa também reduziu as taxas de financiamento para os interessados em construir ou adquirir a casa própria com recursos da poupança.Dessa forma, a cobrança de taxa efetiva para pessoa jurídica baixou de 13,5% para 12,5%, mas que pode chegar a até 11,5%, conforme o grau de relacionamento que o cliente mantém com a Caixa.

Empresas da cadeia de construção civil também serão beneficiadas pelas novas medidas, já que foi ampliado de 24 para 36 meses o prazo de financiamento à produção de unidades residenciais com recursos de poupança.

Para encontrar uma agência da Caixa mais próxima, acesse: http://www.caixa.gov.br/

Por Selma Isis