Boletim de Ocorrência Online: Evita futuras dores de cabeça do uso ilegal de documentos


Um belo dia você acorda e descobre que existe uma dívida imensa, em um estabelecimento comercial de outro Estado, no seu nome. No início você deve pensar de que se trata de um engano, e por isso não se preocupa em arcar com despesas que não fez.

Entretanto, o débito foi adquirido com sua própria documentação, utilizando aquele seu RG que você havia perdido há algum tempo, e sobre o qual não foi feito um Boletim de Ocorrência. Dessa forma, prepare-se porque você terá uma grande dor de cabeça para resolver esse problema.

Esse tipo de pesadelo é apenas uma das diversas possibilidades que podem ocorrer caso você perca um documento pessoal como a Carteira de Identidade (RG), Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) e Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e que acabam nas mãos de pessoas mal intencionadas.

Milhares de pessoas tiveram suas vidas afetadas e até mesmo seriamente prejudicadas quando percebem que foram usadas como “laranjas”, quando percebem que tiveram os seus nomes envolvidos em ações ilegais, sem seu conhecimento.

Um documento perdido ou roubado pode acabar em qualquer lugar. Existe, inclusive, no centro da cidade de São Paulo, mais precisamente, na região da Praça da Sé, um comércio ilegal que fornece a golpistas documentações desviadas para serem adulteradas e usadas para os mais diversos fins, obviamente ilegais, que constantemente é assunto de diversas reportagens exibidas nos telejornais.

Um documento pode ser usado para abrir conta em bancos, pedir empréstimos, financiar compras parceladas, adquirir cartão de crédito, alugar imóveis, bem como diversos tipos de contratos. Além disso, não são raros os casos de comerciante lesados por golpistas que fazem compras com cheques furtados ou perdidos.

Para se proteger contra esse tipo de problema, é fundamental registrar o Boletim de Ocorrência (BO), imediatamente ao perceber o furto, o roubo ou a perda de qualquer documento pessoal, bem com cheques e cartões bancários.

O BO é o instrumento que documenta ou materializa o fato de ser furtado, roubado ou de ter perdido esses documentos. Somente por meio do BO haverá a possibilidade de provar que o ato não foi realizado pelo verdadeiro dono desses dados.

Não é preciso mais se dirigir à delegacia e esperar por horas para formalizar um BO nos casos de perda ou furto (sem ameaça física) de documentos de veículos, talões de cheques, cartões bancários, documentos pessoais, entre outros. É possível registrar o ocorrido através da delegacia virtual, que está disponível em diversos estados brasileiros, como: São Paulo, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Sergipe, Santa Catarina, Bahia, Amazonas, Espírito Santo, Ceará, Pará e Distrito Federal.

Somente nos casos de roubo, quando há ameaça por parte do ladrão, a vítima deve fazer o BO diretamente na delegacia mais próxima do local do fato ou de sua residência.

Vale lembrar de que também recomenda-se informar o extravio dos documentos a órgãos de Proteção ao Crédito, comoo SPC e o Serasa, bem como entidades comerciais. Isso acontece porque é através desses registros é que as empresas e comerciantes podem realizar consultas, evitando que os documentos sejam usados de forma indevida.

Por fim, realizar o BO dos documentos perdidos ainda é útil para se retirar uma segunda via do RG gratuitamente.

Por Selma Isis