Arquiteto: Profissional mais procurado para residências


O arquiteto é o profissional mais próximo do cidadão comum, interessado em realizar o sonho da casa própria. Ele elabora de que forma a residência será construída, bem como será feita toda a parte estrutural, hidráulica e elétrica.

O profissional recém-formado demora pelo menos de quatro a cinco anos para se estabelecer no mercado. Hoje o mercado passa por um processo de aquecimento, em decorrência do “boom” imobiliário, que fez com que o mercado da construção vivesse um momento único, acarretando no aumento de engenheiros civis e arquitetos.

Profissionais estabelecidos no mercado costumam aconselhar os estudantes de graduação na área a procurarem um estágio durante os primeiros meses do curso, para assimilar o mercado. A função básica do arquiteto é planejar os espaços e executar a obra de uma residência de uma maneira econômica e racional.

O arquiteto é o responsável em projetar a parte estrutural, hidráulica e elétrica. Outra área que está em ascensão para o profissional está na decoração de interiores. O interessado em obter uma planta para a construção de uma residência deve primeiramente procurar um arquiteto ou engenheiro para orientá-lo sobre o que é necessário para a construção.

Depois o profissional encaminha o projeto para a Prefeitura, que define o quanto será construído no terreno escolhido, de acordo com a zona onde está localizado. Esse é o trabalho de um engenheiro e arquiteto: verificar o que pode ser construído em uma determinada área.

O arquiteto ou engenheiro também costuma verificar o local para verificar em que tipo de terreno a obra será construída. Primeiro o profissional elabora um anteprojeto para o cliente, mostrando como as peças ficarão distribuídas no imóvel, bem como vão ficar dispostos os cômodos.

Após a aprovação do cliente, o arquiteto envia o desenho para a Prefeitura, para que verifique se a planta atende a todos os parâmetros. Aprovado o projeto pela administração municipal, é emitido um alvará de construção, fundamental para a execução de uma obra. O responsável pela planta também costuma acompanhar o andamento das obras.

Os profissionais apontam que normalmente o arquiteto responsável acompanha mais a parte estrutural, porque o cliente sempre gosta de acompanhar a construção da casa e de comprar o material.

O responsável pela planta deve assinar uma Anotação de Responsabilidade Técnica (ART), que toda construção deve ter, emitida pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA). A construção que não tiver essa documentação está irregular, sujeita à fiscalização e multa, com processo civil e criminal. O responsável pela obra não habilitado sofrerá processos por exercício ilegal da profissão.

O que facilita a execução dos projetos de arquitetura são os programas de computador específicos para cada área projetada. Os profissionais apontam que existe um programa para a parte hidráulica, outro para a parte elétrica e assim por diante. Eles ajudam muito porque dão agilidade e sobra mais tempo para acompanhar a obra.

Importante ressaltar de que para que o arquiteto elabore um projeto para a construção de um imóvel residencial, ele costuma demorar em média, de 20 a 30 dias para ficar pronto. Tanto o engenheiro projetista como o arquiteto estão habilitados a elaborar plantas e acompanhar o andamento das obras, só que o arquiteto é mais procurado para elaborar plantas de residências e edifícios de menor porte, enquanto que o engenheiro projetista é o responsável por planejar grandes obras.

Por Selma Isis