preload preload preload preload

Média de preço mensalidade faculdade de Engenharia Civil


21st March 2012 Curiosidade,Utilidade Pública 2 Comentários


Há tempos o mercado da construção civil no Brasil não registrava um crescimento tão grande. Devido ao aquecimento da economia, somado com o aumento da renda da população brasileira, em especial a classe C, bem como os programas de incentivo à construção de empreendimentos voltada para ela, como o “Minha Casa, Minha Vida”, além do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), ambos promovidos pelo Governo Federal, desencadeou em um “boom” imobiliário.

Dessa forma, quando circulamos na maioria das grandes cidades brasileiras, elas se transformaram em um imenso canteiro de obras a céu aberto. O problema é que devido a falta de engenheiros civis responsáveis por elaborar os projetos, bem como falta de mão de obra qualificada, as inúmeras obras não estão conseguindo cumprir o cronograma das construções, e estão entregando os imóveis aos clientes com longos atrasos.

Como se não bastasse a demanda que estava reprimida por imóveis destinados à “nova classe média”, a classe C, para os próximos anos a demanda por engenheiros civis aumentará ainda mais, pelo fato do Brasil sediar dois grandes eventos esportivos de peso nos próximos anos: a Copa do Mundo FIFA em 2014 e os Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro em 2016.

E para adequar os locais que receberão esses dois grandes eventos, o país terá que investir pesado em obras de infraestrutura, como pontes, barragens, portos, barragens, canais, entre outros, sem falar nas construções e reformas de estádios e outros imóveis onde serão realizados os eventos esportivos e que também irão acomodar as delegações esportivas e turistas.

Com todos esses fatores, o mercado de trabalho para o engenheiro civil está mais próspero do que nunca, e poderá ficar ainda melhor nos próximos anos. Importante ressaltar de que desde já o Brasil já sente uma carência muito grande desses profissionais, pois o número de estudantes de engenharia civil que se formam todos os anos, não é o suficiente para atender a essa demanda reprimida, sem falar de que os profissionais mais experientes já estão bem empregados e recebem excelente remuneração, não se interessando pelas novas ofertas de trabalho.

Outro motivo para a carência de profissionais de engenharia civil é que o curso de formação, de graduação superior, é muito longo, com duração média de cinco anos, o que demora para que novos bacharéis ingressem no mercado. Para ser ter uma ideia, não são poucas as empresas, que devido à necessidade imediata de profissionais da área, chegam até mesmo a “importar” engenheiros civis de outros países.

Diante desse cenário, para quem pretende cursar uma faculdade de engenharia, terá boas chances no mercado de trabalho, desde que, assim como qualquer profissão, exercê-la com dedicação, e procure se aperfeiçoar constantemente após a graduação.

A engenharia civil é o ramo da engenharia que tem como objetivo projetar, administrar e executar obras da construção civil, como edifícios, portos, estradas, pontes, casas, canais, viadutos e barragens. Dessa forma, o profissional deve acompanhar todas as etapas tanto de uma reforma como construção, analisando as características do solo, da ventilação, da insolação, bem como definir quais são os tipos de fundação usados na obra.

Com tantas atribuições, somada com o mercado de trabalho aquecido, o salário inicial para um engenheiro civil recém-formado, segundo o Crea-SP,  é de R$ 3.060,00, para jornada de seis horas diárias.

Importante ressaltar de que quem deseja ingressar em uma faculdade de engenharia deve apreciar matérias como lógica, matemática, desenho e física, que costumam ser a base da grade acadêmica do curso. Além disso, o estágio na área é obrigatório para obter o diploma.

As melhores faculdades de engenharia civil no Brasil costumam ser as públicas, como o ITA (SP); a USP (SP); IME (RJ); UFSC (SC); UnB (DF). Mas, costumam ser bem concorridas, sem falar que a maioria só realiza o vestibular no final do ano.

Mas existem boas faculdades particulares que realizam processos seletivos no meio do ano. A média de preço das mensalidades das faculdades de engenharia civil no Brasil é de R$ 900,00, sendo que muitas delas oferecem programas de bolsas e descontos.

É o caso do Centro Universitário de Votuporanga- UNIFEV(SP), cujo valor da mensalidade do curso de engenharia civil para 2012 é de R$ 860,00, mas o aluno pode obter um desconto pela pontualidade do pagamento, e esse valor abaixa para R$ 740,00. Mais informações no site: www.unifev.edu.br

Por Selma Isis





  • 2 comentários para "Média de preço mensalidade faculdade de Engenharia Civil"

  • severino ramos
    23:57 on November 14th, 2012

    otjma informação,com os detalhes necessarios ,obrigado.

  • Gabriel lima Augusto
    19:07 on January 22nd, 2013

    gostaria dde saber com é o material de engenharia civil, quanto custa em média?

  • Deixe seu comentário

    * Campo obrigatório
    ** Seu e-mail não será revelado