Lúpus: Conheça um pouco mais sobre a doença que afetou famosas como Astrid Fontenelle e Lady Gaga


No último dia 30 de janeiro, o público foi pego de surpresa com o comunicado da apresentadora Astrid Fontenelle em seu perfil oficial no Twitter de que recebeu o diagnóstico de lúpus e que passará por exames e tratamentos.

No mesmo microblog, a jornalista mencionou de que a doença estava “castigando seus rins” e respondeu a uma amiga de que sentia-se mal desde abril de 2011, na época do casamento real de Kate Middleton e do Príncipe William da Inglaterra. Astrid também aproveitou para agradecer as mensagens de apoio e carinho de seus seguidores no Twitter.

Além da jornalista, outra famosa recentemente declarou ter a doença: a cantora pop Lady Gaga. Outros famosos que receberam o diagnóstico da doença foram os cantores Seal e Michael Jackson (1958-2009).

Apesar de ser uma doença muito citada, boa parte do público leigo possui muitas dúvidas a seu respeito. Trata-se de uma doença autoimune, ou seja, os danos ao organismo são provocados pelo próprio sistema imunológico do paciente, ou seja, o corpo produz anticorpos voltados para enfrentar o próprio corpo. De causas desconhecidas, o lúpus é geralmente decorrente de causas genéticas, e afeta em sua maioria, mulheres, adultos na faixa dos 20 a 40 anos, de ascendência latina ou negra.

O lúpus é uma doença rara, já que costuma afetar uma a cada 194 pessoas, além de ser dividido em três tipos: discóide, sistêmico ou induzido por drogas. No caso da apresentadora do canal da TV paga GNT, foi diagnosticado o tipo sistêmico, mais grave do que o de tipo discóide por atingir quase todos os órgãos e sistemas. Em alguns pacientes podem surgir lesões na pele e nas articulações, bem como em outros podem ser atingidos o sangue, coração, rins e pulmões.

Apesar das causas do lúpus serem desconhecidas, médicos acreditam que a doença costuma envolver fatores hormonais e genéticos que foram estimulados por fatores ambientais, como a luz solar, para que a doença se manifeste. Normalmente, os sintomas mais comuns de lúpus são erupções na pele, com formato de disco, principalmente no rosto, nariz ou orelhas, são indolores e provocam apenas leves coceiras na região. Também podem cair os pelos da região afetada pela lesão.

Assim que o lúpus começa a se desenvolver, são detectadas alterações na produção de diversas células no organismo, que influenciam na produção de anticorpos, resultando na degradação celular.

A doença afeta a produção de anticorpos, deixando o paciente mais propenso a doenças e infecções, por isso o tratamento contra o lúpus é muito importante para manter as defesas do organismo do paciente, já que a doença ainda não tem cura.

Importante ressaltar de que com os tratamentos, o paciente poderá manter a doença sob controle, já que as complicações fatais da doença estão cada vez mais raras. O tratamento do lúpus procura combater os sintomas com corticosteróides e imunossupressores.

Dependendo do tipo de lúpus, também são utilizados medicamentos como dapsona, acitretin, imunosupressivos, anti-malarícos, isotretinoína, e belimumab. Com exceção do belimumab, esses medicamentos têm fortes efeitos colaterais, por isso o belimumab vem sendo cada vez mais indicados pelos médicos por causar somente febre, diarréia e náusea.

Além da medicação, o paciente deve ter cuidados com a proteção da pele, já que tanto o frio como o calor em excesso podem aumentar as lesões. Dessa forma, o paciente deve usar filtro solar, chapéu e roupas compridas ao se expor ao sol.

Por Selma Isis


2 comments

  1. ana sielemann disse:

    hoje fui diagnostigada com lupus minha face esta horrivel toda machugada gostaria de enviar uma foto pra que as pessoas vejam como essa doenca castiga levaram se 4 meses de exames para ser diagnostigado

  2. juliana disse:

    Minha mãe tem lupus,quero que DEUS der muita dorça e coragem a ela.

Comments are closed.