Dietas para emagrecer: Especialistas apontam os erros mais comuns


Quem é que não passou pela situação de pretender emagrecer e para conquistar esse objetivo, realizar alterações em seus cardápios diários, e depois de algum tempo, perceber que mesmo com muito esforço, não conseguiu perder o peso esperado ? Nessa situações, é comum pensarmos em como não foi possível emagrecer, mesmo dando prioridade em consumir alimentos saudáveis e deixando de lado frituras e guloseimas ?

Segundo especialistas, um problema muito comum que acontece quando as pessoas resolvem fazer uma dieta por conta própria, é que não é feito um cardápio adequado para suprir as necessidades nutricionais, ou então preferem pular refeições ou ficar longos períodos sem comer, o que pode ser prejudicial à saúde, além de não ajudar a emagrecer.

Isso porque dentre o universo de pessoas que iniciam dietas para perder peso, tanto com orientação profissional ou por conta própria, existem aquelas que precisam reduzir a gordura corporal por motivos de saúde, outras por estética, ou por ambos. Mas para perder peso de maneira saudável é importante suprir o organismo com todos os nutrientes fundamentais para o seu funcionamento.

É que o emagrecimento funciona nada mais do que uma equação de matemática: o total de calorias ingeridas por um determinado período deve ser menor do que o total de calorias gastas pelo organismo para que ocorra a perda de peso. Por isso, os especialistas explicam que sentir um pouco de fome antes de se deitar nos primeiros dias de dieta, é bem corriqueiro, pois o organismo passa por uma adaptação devido à redução das calorias ingeridas costumeiramente.

Para driblar essa fome nos primeiros dias de regime, existem algumas medidas, como comer alimentos ricos em fibras, beber bastante água e realizar pequenas refeições ao longo do dia. Entretanto, para quem inicia um regime, é preciso compreender de que nos seus primeiros dias é muito comum sentir um pouco de fome, pois o corpo está se adaptando aos novos hábitos, sendo que após alguns dias, passa a se acostumar com as quantidades menores de alimentos.

Nutricionistas ainda expõem os principais erros cometidos por quem faz dieta sem orientação profissional:

Ficar um longo período sem comer: Essa atitude é uma das piores medidas para se emagrecer, e jejuar além de prejudicar o metabolismo, ainda deixa a pessoa irritada, com mal estar e com mau hálito. Além disso, o corpo entende que passará um longo período sem alimento e passa a “estocar”gordura, dificultando o emagrecimento. Por isso, é preciso emagrecer de maneira saudável, realizando pequenas refeições ao longo do dia: café da manhã, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde, jantar e ceia. Especialistas ressaltam que a refeição mais importante do dia deve ser o café da manhã, responsável por recarregar as energias para se iniciar o dia. Os alimentos principais devem ser: pães e cereais integrais, frutas ou sucos naturais que sejam preferencialmente ricos em vitamina C, como morango, acerola ou laranja, além de derivados de leite.

Ingerir apenas alimentos industrializados light: Procure ingerir esses produtos com moderação. Substituir o açúcar refinado pelo adoçante é uma boa pedida, mas se você exagerar no pão ou no sorvete light você está saindo da dieta. Além disso, evite consumir refrigerante light em excesso e alguns adoçantes, pois eles são ricos em sódio, elemento que aumenta a pressão arterial e provoca inchaço.

Não ler os rótulos dos alimentos, não consumir a quantidade necessária de água e não ingerir a quantidade necessária de proteínas são outros erros comuns das pessoas que fazem dietas por conta própria.

Para evitar problemas e emagrecer com saúde, procure sempre ajuda de um médico endocrinologista, nutrólogo ou nutricionista.

Fonte: Alessandra Rocha-  nutricionista da Sare Drogarias (http://www.saredrogarias.com.br).