Tabela INSS 2012 atualizada: Confira as atualizações das contribuições para 2012


O ano de 2012 acaba de começar e com ele, passam a vigorar muitas alterações, em especial o salário mínimo, que passou para R$ 622,00. Como o salário mínimo é o principal referência para o reajuste de diversos índices, como os aluguéis e aposentadoria.

Dessa forma, se o salário mínimo aumenta, a contribuição para a seguridade também é reajustada, já que os salários recebidos pelos aposentados seguem o salário mínimo nacional. Além disso, para quem contribui para o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) mensalmente, tanto como empregado ou como autônomo, também terá um aumento na sua contribuição mensal conforme o novo salário mínimo em vigor.

Contribuir para o INSS é uma importante garantia para todos os trabalhadores, tanto para os empregados como para quem trabalha como autônomo, pois garante a aposentadoria quando a pessoa não tiver mais condições de trabalhar ou quando atingir uma idade avançada. Isso porque o trabalhador que efetuou um determinado número de contribuições tanto como empregado como autônomo em um determinado período tem direito a se aposentar pelo tempo de contribuição, por idade ou por invalidez.

A Previdência Social trata-se de um seguro social, que tem como objetivo garantir a renda do trabalhador contribuinte e de seus dependentes, nos casos de velhice, morte, prisão, acidente e doença. Além disso, a Previdência conta com outros benefícios que proporcionam tranqüilidade ao contribuinte tanto no presente como no futuro, pois assegura uma renda segura por toda a vida. Entretanto, para se obter essa proteção da Previdência Social, o trabalhador deve se inscrever e realizar sua contribuição em todos os meses.

Para os segurados empregado, empregado doméstico e trabalhador avulso, a Portaria  nº 407, de 14 de julho de 2011, estabelece os novos valores das contribuições para 2012, que passaram a vigorar a partir de de 1º de julho de 2011 para pagamento de remuneração.

Essa tabela está disponível no site da Previdência Social: www.previdenciasocial.gov.br e é um importante meio de consulta para empresas e profissionais na área de Recursos Humanos, responsáveis pelo recolhimento do pagamento da contribuição mensal do INSS de seus empregados.

Na tabela atualmente em vigor, para os empregados, empregado doméstico e trabalhador avulso, que recebam salários de contribuição de valores de até R$ 1.107,52, têm 8% do salário recolhido para o INSS. Já os contribuintes que recebem salários de contribuição na faixa de R$ 1.107,53 até R$ 1.845,87 têm alíquota de contribuição ao INSS de 9%. Por fim, para os salários de contribuição na faixa de R$ 1.845,88 até R$ 3.691,74, têm alíquota de 11%.

Contribuindo mensalmente com a Previdência Social, o trabalhador tem direitos à diversos benefícios por meio do INSS:

Aposentadorias: Por tempo de contribuição (35 anos para homens e 30 para mulheres); por idade (a partir dos 65 anos para homens e 60 para mulheres); e por invalidez (incapacitados de trabalhar mediante perícia médica);

Auxílios: Acidente; Doença ; Reclusão (pagos por determinado período, enquanto o contribuinte estiver impossibilitado de trabalhar por um período limitado);

Pensões: Por morte e Especial (Talidomida);

Salário-família e Salário-maternidade

São direitos que todo trabalhador contribuinte do INSS tem direito. Saiba mais como você deve fazer para começar a contribuir no site: http://www.previdencia.gov.br/conteudoDinamico.php?id=66

Por Selma Isis 

1 comment

  1. DEODORO AZEVEDO disse:

    OBSÉQUIO INFORMAR QUAL A RETENÇÃO PARA AUTONOMO NÃO INSCRITO QUE PRESTA SERVIÇOS PARA ENTIDADES FILANTROPICAS.

    DEODORO

Comments are closed.