Primeiro emplacamento.. Como prosseguir?

Para efetuar o emplacamento a pessoa deve ser a proprietária do veículo, ou através de procuração legal, registrada com firma reconhecida. Para pessoas com grau de parentescos (avós, pais, irmãos, filhos e cônjuges) ficam isentos de procuração.

Você deverá apresentar os seguintes documentos no DETRAN de sua cidade:
– Formulário RENAVAM preenchido em duas vias com letras de forma. O formulário RENAVAM você encontra em papelarias de sua cidade.
– Cópia dos documentos: CPF e RG ou CNH e caso seja pessoa jurídica, levar cópia do contrato social e cartão CNPJ.
Cópia do comprovante de residência. Caso conste o endereço completo do proprietário na nota fiscal, você poderá usá-la como comprovante de residência.
– Cópia da Nota Fiscal do veículo (nota do fabricante).
– Primeira Via da Nota Fiscal da revenda (concessionária, montadora). No inverso da nota deverá conter o decalque do chassi.
– Recolher a taxa do serviço de lacração.

Após estes procedimentos acima concluídos você deverá ir até o Setor de Classificação de Placas para poder obter o número da placa. Após isso você deverá ir até o DPVAT para cálculo do IPVA e seguro obrigatório.

Com o RENAVAM preenchido, você deverá dirigir-se a qualquer agência que aceite o pagamento destas taxas, lembrando que os bancos que aceitam RENAVAM variam de estado para estado.

Então deverá Recolher o IPVA, seguro obrigatório e a taxa, referente ao registro do veículo no banco. Feito os pagamentos você deverá tirar uma cópia do IPVA e seguro obrigatório para juntar com toda documentação acima para apresentá-los no momento que for feito o emplacamento.

Maiores informações você encontra com seu despachante.